Americanos gastam quase US$ 100 bilhões anualmente em bicicletas

Nathalia Barboza/ maio 1, 2017/ Mercado/ 0 comments

O consumo de produtos ligados ao ciclismo nos Estados Unidos está bombando, de acordo com novos dados da Associação de Indústria de Produtos Outdoor (OIA). Isso prova mais uma vez: os americanos amam suas magrelas.

Crédito: Halter’s Cycles Montgomergy

Em seu terceiro estudo de impacto econômico que cobre o setor de produtos de atividades desenvolvidas ao ar livre, divulgado na semana passada (veja aqui o estudo, em inglês), a OIA descobriu que dos US$ 887 bilhões que os americanos gastaram anualmente em aventuras ao ar livre, cerca de US$ 97 bilhões foram investidos em “esportes de rodas” (ciclismo e skateboard).

Cerca de US$ 14 bilhões foram gastos em equipamentos de ciclismo e skate, enquanto US$ 83 bilhões foram para pagar despesas de viagens (quem viaja de skate aí?).

Os números surpreendem até quem conhece bem este mercado e deixa absolutamente claro o quão importante é o mundo das magrelas para a economia americana.

“Como atesta o relatório da OIA, as empresas de ciclismo e bicicletas são contribuidores indispensáveis ​​para a economia de nossas comunidades, estados e nação”, diz Tim Blumenthal, presidente da organização nacional de advocacia PeopleForBikes. “Investimentos contínuos na infraestrutura cicloviária são essenciais para manter esses benefícios financeiros em crescimento”, completa.

Muitas das descobertas do relatório também suportam o valor da compra de bicicletas pelos americanos em relação a coisas como a melhoria da saúde humana e ambiental, que também contribuem para a despesa. Por exemplo: as despesas de recreação ao ar livre no ano passado foram quase o triplo do que os americanos gastaram na gasolina no ano.

O relatório também mostrou como a recreação ao ar livre contribui para os sentidos mais elevados de bem-estar, bem como uma redução nos sintomas de TDAH (Transtorno por Déficit de Atenção e Hiperatividade) em crianças. Também são observadas taxas de criminalidade reduzidas e melhores resultados educacionais em áreas com melhor infraestrutura ao ar livre.

Para sublinhar ainda mais o valor das bicicletas para as economias, a OIA destacou cidades como Darrington, Washington.

Em 2014, Darrington sofreu um deslizamento de terra devastador, mas desde então tem sido capaz de se recuperar financeiramente em parte devido à criação de um parque de mountain bikes, ajudando a se tornar finalista do prêmio Melhor Comunidade da América (dá uma olhada, que legal, na página deles no Facebook).

Abaixo, dá para ver um pequeno teste da pista downhill que está surgindo:

Little groms testing out one of the skills area downhill options. Summer opening will be announced soon. Any ideas for trail names we can use, they need to be centered around timber or logging terminology?

Posted by Darrington Mountain Bike Project on Thursday, April 6, 2017

Gostou do post? Então me conta o que achou.

E, se quiser saber mais, você pode conferir o artigo original que saiu na Bicycling.com.

 

 

Comentários

Comentários

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*